Videolaparoscopia convencional

É muito comum que as pessoas associem cirurgia com aqueles grandes cortes e grande cicatrizes. Bem, as coisas vem mudando muito nas últimas décadas, e as cirurgias podem ser feitas com intervenções cada vez menores. O avanço da tecnologia permite cirurgias de grande porte, porém, menos agressivas e com tempo de recuperação bem mais rápido.

Manipulação de materiais cirúrgicos durante uma videolaparoscopia

Essas são as cirurgias minimamente invasiva, e a ginecologia é uma das especialidades que mais pode se favorecer disso. Um dos maiores avanços nessa direção foi o uso da tecnologia de vídeo nas cirurgias. Ou seja operar sem fazer grandes cortes. Desta maneira podemos visualizar o que acontece dentro do corpo através de imagens captadas por microcâmeras e gerados em um monitor de alta resolução. Esse artifício é utilizado na videolaparoscopia e na histeroscopia.

Cirurgia robótica

E os avanços não param por aí. Com a intenção de minimizar ainda mais os riscos de complicações e permitir cirurgias ainda mais complexas com auxílio da vídeocirurgia, o uso de assistência robótica é o que há de mais avançado no campo cirúrgico. Isso mesmo, atualmente podem ser realizadas cirurgias com o auxílio de robôs para minimizar os riscos.

Sistema Da Vinci de cirurgia robótica

Na próxima vez que você pensar em cirurgia, lembre-se que a tecnologia sempre esta aí para facilitar a nossa vida.